Insira um termo para a pesquisa e pressione Enter

Valor do investimento – um importante indicador da saúde e do bem-estar

5 dezembro 2018 / Bem-estar corporativo

Tradicionalmente, o sucesso dos programas de saúde e bem-estar é avaliado apenas por seu valor em dinheiro, e se esses programas podem ou não proporcionar retorno do investimento.

Mas conforme o setor muda para uma era de bem-estar estratégico – no qual as ambições estão mudando do foco no dinheiro para o desenvolvimento de hábitos duradouros alinhados com os valores empresariais – as empresas podem ser beneficiadas com um novo conjunto de indicadores que possam ajudar a entender as muitas maneiras que o bem-estar dos funcionários pode interagir com os resultados da empresa.

Portanto, houve recentemente uma mudança na direção do uso do valor do investimento como uma forma de avaliar o desempenho desses programas.

Qual é a benefício do valor do investimento?

Os modelos de valor do investimento permitem que as empresas analisem a relação entre uma gama mais ampla de indicadores, incluindo, mas não se limitando a: engajamento, produtividade, resiliência e capacidade de atrair e reter talentos.

O Dr. Ron Goetzel, membro do Comitê Consultor Científico da Virgin Pulse e diretor do Institute for Health and Productivity, realiza pesquisas importantes sobre a abordagem do valor do investimento.

Ele acredita que as empresas precisam adotar o valor do investimento como uma forma efetiva de avaliar os programas de bem-estar.

“O setor estabeleceu altas expectativas de que a promoção da saúde, também conhecidos como programas de bem-estar, produzam um retorno positivo do investimento,” disse o Dr. Goetzel. “E eles podem; há literatura publicada mostrando que quando implementados corretamente, esses programas produzem um retorno positivo do investimento.

“Mas esse não deveria ser o principal indicador para avaliação do sucesso. Você não pediria a um prestador tradicional de serviços de saúde, como um hospital, para enviar a você três dólares para cada dólar gasto na melhoria da saúde ou no tratamento de doenças. Apenas a Wall Street pode prometer imensos retornos dos investimentos, mas frequentemente, os investidores também erram as suas previsões de lucros.

“No ambiente da saúde (corporativa), onde você espera que as pessoas tenham uma vida mais saudável e com mais objetivos, livre do estresse e de doenças incapacitantes, é melhor perguntar: qual é a maneira com a melhor relação custo-benefício para atingir esta meta?

Então, como avaliar o valor do investimento?

O Dr. Goetzel descreve as principais maneiras que podem ser usadas pelas empresas para avaliar o valor do investimento: “A primeira é concentrar o foco na melhoria da saúde de todos os funcionários; avaliar em que medida é possível melhorar a saúde e o bem-estar de todos os funcionários fazendo com que eles se engajem e se comprometam a melhorar a própria saúde – não porque o empregador quer que eles façam isso, mas sim porque eles têm uma razão pessoal para ter um estilo de vida saudável.

“A segunda é concentrar o foco na produtividade e no desempenho no trabalho. Isso pode ser complicado porque é difícil avaliar o desempenho em algumas profissões baseadas no conhecimento, como um engenheiro de software, diretor de marketing ou advogado. Mas existem novos instrumentos para avaliar o engajamento, o presenteísmo e a extensão em que a saúde e o bem-estar podem afetar o desempenho no trabalho.

“Finalmente, pense sobre a reputação da sua empresa. Qual é a posição da sua empresa na lista de empresas que futuros funcionários mais admiram? Em uma economia de conhecimento, isso pode afetar o tipo de talento que você atrai e de pessoas que recruta ou retém. Uma das maneiras de fazer isso é criando uma cultura de empresa saudável.”

Qual é o futuro do retorno do investimento?

O Dr. Goetzel reconhece que a adoção do retorno do investimento não será rápida e disse para concluir: “o retorno do investimento e o valor do investimento são igualmente importantes e não devem ser separados. Minha pesquisa mostra que, se usados corretamente, os programas de bem-estar podem atingir um retorno positivo do investimento. Mas não devemos esquecer outros indicadores não financeiros que são importantes para o sucesso das empresas.

Vamos expandir nossas perspectivas sobre o que é importante e mensurável. Minha nova orientação é a de que um retorno do investimento de 1:1 pode ser suficientemente bom se você puder demonstrar melhorias significativas nos indicadores de valor do investimento que são importantes para a empresa”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *