Insira um termo para a pesquisa e pressione Enter

Mitos sobre o engajamento dos funcionários

18 outubro 2017 / Engajamento dos funcionários

Você é um administrador. Você recebe os resultados de uma pesquisa sobre engajamento dos funcionários e eles não são muito bons. O que você faria, além de se sentir frustrado e sinceramente um pouco impotente?

A Dra. Susan David, uma das pensadoras de liderança na área de administração, autora do aclamado livro Emotional Agility, e membro do Comitê Consultor Cientifico do Instituto Virgin Pulse, descreve a frustração que os administradores sentem quando confrontam o engajamento. Com muita frequência, eles recebem os dados e se perguntam: o que eu poderia fazer pela minha equipe se ela estiver se sentindo desengajada?

“Eles sabem que o engajamento é importante, mas querem entender, como líderes de empresas, em que medida poderão realmente exercer impacto no status quo de uma maneira significativa e prática.”

Definir o que é engajamento dos funcionários – e o que não é – é um ponto de partida importante, de acordo com Dra. Susan David.

Aqui, ela confronta alguns mitos comuns sobre o tópico.

Mito 1: tudo se refere a dinheiro 

“Muitos líderes acreditam que e engajamento se refere a dinheiro”, disse Dra. Susan David. “A ideia incorreta é a de que se você puder pagar mais, seus funcionários serão mais engajados. Minha pesquisa como consultora, realizada em empresas globais com mais de 180.000 funcionários mostrou que apenas 4% das pessoas identificam o pagamento como um aspecto essencial para o engajamento.

Isso não significa que o pagamento não seja importante. Se as pessoas receberem pagamentos muito abaixo da média do mercado, essa será uma das causas da empresa. Mas de acordo com os resultados que obtive, não é só o pagamento que conta. E é muito importante que isso seja entendido.”

Mito 2: o engajamento pode fazer parte da descrição do cargo

Dra. Susan David esclarece que o engajamento não pode ser redigido na descrição de um cargo: “O engajamento é pessoal e se refere a uma só pessoa: o funcionário. É uma coisa que o funcionário desenvolve e não pode ser exigida pelo administrador. Tudo o que os administradores podem fazer é oferecer circunstâncias que promovam o engajamento e nas quais os funcionários se sintam motivados a dar o seu melhor.”

Então … o que é engajamento?

Definição de Dra. Susan David: “O engajamento do funcionário é a presença positiva marcada por energia, além de um senso de dedicação e absorção. É o funcionário oferecer o seu melhor e estar totalmente presente no trabalho.”

Baixe o nosso Guia essencial para líderes sobre o engajamento dos funcionários para obter informações sobre estratégias práticas para ajudá-lo a exercer um impacto efetivo sobre o engajamento dos funcionários de sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *